Indústria, desenvolvimento econômico e vulnerabilidade externa

a inserção internacional da economia brasileira nos anos 2000

Autores

  • Wallace Pereira UFMG/CEDEPLAR
  • Stefan Wilson D’Amato CEDEPLAR/UFMG

DOI:

https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v4.n1.86
Abstract views: 174 / PDF downloads: 130

Palavras-chave:

vulnerabilidade externa; indústria; desenvolvimento

Resumo

Economias como a brasileira e a latino-americana apresentaram nas últimas décadas reduções na participação da indústria no Produto Interno Bruto (PIB) e do emprego neste setor. Estes indícios apontam para a desindustrialização da economia, gerando entre outros efeitos, redução do PIB e reprimarização da pauta exportadora. Este estudo objetiva analisar a vulnerabilidade externa brasileira, a partir das óticas estrutural e conjuntural (Macrocontábil). Os resultados mostram que a vulnerabilidade externa se aprofundou nas primeiras décadas dos anos 2000, sob as duas óticas. Como recomendação, sugere-se o retorno das políticas industriais, contudo considerando as novas formas de organização produtiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-09-07

Como Citar

Pereira, W., & D’Amato, S. W. (2021). Indústria, desenvolvimento econômico e vulnerabilidade externa: a inserção internacional da economia brasileira nos anos 2000. Revista Catarinense De Economia, 4(1), 98–123. https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v4.n1.86

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.