ANÁLISE DO REGIME DE METAS DE INFLAÇÃO NO BRASIL NO PERÍODO DE 1999 A 2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v6.n1.81
Abstract views: 188 / PDF downloads: 126

Palavras-chave:

Inflação, Brasil, RMI, Plano Real, Política Monetária

Resumo

Este trabalho demonstra o processo de implementação do regime de metas de inflação no Brasil. Tal abordagem se justifica devido aos longos períodos de instabilidade econômica que o Brasil viveu ao longo desses anos, o que implica diretamente nos aumentos dos preços de bens e serviços. O propósito desse estudo é analisar se com a implementação do RMI (Regime de Metas para Inflação) no ano de 1999 o Banco Central do Brasil obteve sucesso com os resultados traçados. Para cumprir tal objetivo, será realizada uma pesquisa do tipo exploratória, utilizando procedimentos de análise bibliográfica e documental. Por meio da análise realizada verificou-se que a política econômica implantada em 1999 obteve relativo sucesso em assegurar a credibilidade dos agentes econômicos e consequentemente controlar a inflação do país como o RMI pretendia alcançar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Rodrigues Mauad, Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS)

Aluna de graduação do curso de Administração com ênfase em Comércio Exterior pelo Centro Universitário do Sul de Minas UNIS-MG.

Rodrigo Franklin Frogeri, Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS)

Doutor em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento pela Universidade FUMEC. Mestre em Administração. Especialista em Gestão de Tecnologia da Informação. Especialista em Docência no Ensino Superior. Especialista em Redes de Computadores. Bacharel em Ciência da Computação. Professor do Programa de Pós-Graduação Stricto-Sensu em Gestão e Desenvolvimento Regional do Centro Universitário do Sul de Minas - UNIS-MG. Líder do Grupo de Pesquisa em Gestão e Desenvolvimento Econômico Regional (GPGDER) do Centro Universitário do Sul de Minas no CNPq. Membro do Grupo de Estudos Interdisciplinares em Gestão, Organizações e Políticas de Desenvolvimento e Inovação - GODI do Centro Universitário do Sul de Minas no CNPq.

Fabrício Pelloso Piurcosky, Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS)

Doutorado em Administração pela Universidade Federal de Lavras (2020), Especialista em Inovação e Comunicação Empresarial pelo Instituto Politécnico do Porto - Portugal (2015), Mestrado pela Universidade Federal de São João del-Rei (2013), MBA em Gestão de Tecnologia da Informação (2007), Especialista em Redes de Computadores (2005) e Bacharel em Ciência da Computação (2003) pelo Centro Universitário do Sul de Minas.

Referências

ARESTIS, P.; DE PAULA, L. F.; FERRARI-FILHO, F. A nova política monetária: Uma análise do regime de metas de inflação no Brasil. Econ. soc., v.18, n.1, Campinas: Abril, 2009.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. Histórico de metas para inflação. 2020. Disponível em: <https://www.bcb.gov.br/Pec/metas/TabelaMetaseResultados.pdf> Acesso em 9 de setembro de 2020.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. Metas para inflação / Política Monetária. Disponível em: <https://www.bcb.gov.br/controleinflacao/metainflacao> Acesso em 9 de Maio de 2020.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. O que é inflação / Política Monetária. Disponível em: <https://www.bcb.gov.br/controleinflacao/oqueinflacao> Acesso em 9 de Maio de 2020.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. Regime de metas de inflação para o Brasil. 2020. Disponível em: <https://www.bcb.gov.br/content/cidadaniafinanceira/Documents/publicacoes/serie_pmf/FAQ%2010-Regime%20de%20Metas%20para%20a%20Infla%C3%A7%C3%A3o%20no%20Brasil.pdf> Acesso em 9 de setembro de 2020.

BUSATO, M. I.; REIF, A. C.; POSSAS, M. L. Uma tentativa de integração entre Keynes e Kalecki: investimento e dinâmica. Brazilian Journal of Political Economy, v. 39, n. 3, p. 509–526, 2019. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/0101-35172019-2909> Acesso em 05 abril 2022.

CARDOSO, F.. Nove clássicos do desenvolvimento econômico. Jundiaí, SP: Paco Editorial, 2018

CARMO, H. C. E. Como medir a inflação: Os números-índices de preços. Manual de Economia: Equipe de professores da USP. São Paulo: Saraiva, 2011.

CORREIA, S. E. Fundamentos, Características e Resultados do Regime de Metas de inflação no Brasil e no mundo. Universidade Estadual Paulista, Araraquara: 2018.

FONSECA, M. R. R.; PERES, S. C.; ARAÚJO, E.C. Regime de Metas de Inflação: análise comparativa e evidências empíricas para países emergentes selecionados. Rev. Econ. Contemp., v. 20, n. 1, p. 113-143, jan-abr/2016. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/198055272015>. Acesso em: 20 Abr. 2022.

FORBES, K.; HJORTSOE, I.; NENOVA, T. Shocks versus Structure: explaining differences in exchange rate pass-through across countries and time. Bank of England Working Paper, n. 50, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.2139/ssrn.2999637. Acesso em: 28 set. 2021.

GREMAUD, A. P.; VASCONCELLOS, M. A. S.; TONETO JR. R. T. Economia Brasileira Contemporânea. 7 ed. São Paulo: Atlas S.A., 2014.

HETTERICH, V. A passagem do regime monetário de âncora cambial para metas de inflação e seu impacto sobre o ingresso de investimentos estrangeiros: Uma análise da economia brasileira no período 1995-2004. Dissertação (Mestrado). Florianópolis, Agosto de 2006. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/122067?show=full>.

KALECKI, M. The difference between crucial problems of developed and underdeveloped non-socialist economies. In T. H. P. Limited (Ed.). Essays on developing economics. Brighton, 1976.

MUNHOZ, D. G. Inflação brasileira os ensinamentos desde a crise dos anos 30. 1 ed. Universidade Federal de Brasília. Brasília: 1997.

MUNHOZ, D. G. Inflação: desnudando o elitismo monetarista. In: SZMRECSÁNYI, T.; COELHO. F. S. Ensaios de história do pensamento econômico no Brasil contemporâneo. São Paulo: Atlas, 2007.

PINHEIRO, C.P.; GIAMBIAGI, F.; MOREIRA, M. M. O Brasil na década de 90: uma transição bem sucedida? Rio de Janeiro: BNDES, 2001.

PIRES, C. C. M. Meta ótima para a inflação em um contexto de dívida pública elevada. Brasilia: IPEA, 2006.

RESENDE, C. N. A influência dos preços administrados sobre a eficiência do Regime de metas de inflação no Brasil no período de 1999 a 2018. Universidade Federal Fluminense, Campos dos Goytacazes: 2018.

ROSSI, J. A Equação da Restrição Orçamentária do Governo: Uma resenha dos usos e interpretações. Rio de Janeiro: IPEA, 1992.

SHIKIDA, D. C.; JUNIOR, A. F. A; SOARES, C. J. O Regime de metas de inflação trouxe credibilidade para a política monetária brasileira? Revista de Economia e Administração, v. 10, 2011.

SOUZA, A. M. Governos Geisel e Dilma: o poder das finanças. Cuadernos de Economía, v. 37, n. 66, p. 547-567, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.15446/cuad.econ.v34n66.49422 Acesso em: 21 abr. 2022.

SOUZA, M. J. Economia Brasileira. 1 ed. São Paulo: Pearson, 2011.

VIANNA, W. T. S; BRUNO, P. A. M., MODENESI, M. A. Macroeconomia para o desenvolvimento: crescimento, estabilidade e emprego. 1 ed. Rio de Janeiro: IPEA, 2010.

Downloads

Publicado

2023-04-28

Como Citar

Mauad, J. R., Portugal Júnior, P. dos S., Frogeri, R. F., & Piurcosky, F. P. (2023). ANÁLISE DO REGIME DE METAS DE INFLAÇÃO NO BRASIL NO PERÍODO DE 1999 A 2018. Revista Catarinense De Economia, 6(1), 65–74. https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v6.n1.81

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.