Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em Empresas Multinacionais no Brasil

2008 a 2017

Autores

  • Lucas Corrêa IE/UNICAMP
  • Matheus Rissa Peroni Ribeiro FCLAr/UNESP
  • Daniele de Fátima Amorim Silva FCLAr/UNESP
  • Rogério Gomes FCLAr/UNESP

DOI:

https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v4.n1.88
Abstract views: 413 / PDF downloads: 179

Palavras-chave:

Investimento direto estrangeiro (IDE), atividades tecnológicas, pesquisa e desenvolvimento (P&D), empresas multinacionais (EMN)

Resumo

Este artigo examina as atividades de P&D interna realizadas pelas empresas multinacionais (EMN) estabelecidas no Brasil entre os anos e 2008 e 2017. Esboça-se uma proposta de arcabouço analítico para examinar o IDE em produção e em atividades tecnológicas e confronta com (i) os influxos de IDE entre 2006 e 2020, (ii) as atividades de P&D interna publicadas PINTEC e (iii) a tabulação especial disponibilizada pelo IBGE por origem do capital (de 2008 a 2017). Os resultados apontam para uma maior internacionalização da economia brasileira, com reversão de tendência no último triênio, aliado a uma progressiva redução dos valores absolutos e relativos nos dispêndios pelas empresas multinacionais em atividades de P&D interno nos setores de maior intensidade tecnológica. As evidências sugerem uma tendência de perda de dinamismo na P&D realizadas por empresas multinacionais no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Corrêa, IE/UNICAMP

Doutorando em Desenvolvimento Econômico no Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE/UNICAMP)

Matheus Rissa Peroni Ribeiro, FCLAr/UNESP

Doutorando em Economia no Programa de Pós-graduação em Economia da Universidade Estadual Paulista (FCLAr/UNESP)

Daniele de Fátima Amorim Silva, FCLAr/UNESP

Doutoranda em Economia no Programa de Pós-graduação em Economia da Universidade Estadual Paulista (FCLAr/UNESP)

Rogério Gomes, FCLAr/UNESP

Professor do Programa de Pós-graduação em Economia da Universidade Estadual Paulista (FCLAr/UNESP)

Referências

ALBUQUERQUE, E. M. Sistema nacional de inovação no Brasil: uma análise introdutória a partir de dados disponíveis sobre a ciência e tecnologia. Revista de Economia Política, v. 16 (3), 1996.
BANCO CENTRAL DO BRASIL - BACEN. Tabelas Especiais. Banco Central do Brasil, Brasília, 2021. Obtido em: https://www.bcb.gov.br/estatisticas/tabelasespeciais. Acesso em: 28 jun. 2021.
CANTWELL, J. The globalisation of technology: what remains of the product cycle model? Cambridge Journal of Economics, v. 19, Issue 1, p. 155-174, fev, 1995.
DUNNING, J. Explaining international production. Londres: Unwin Hyman,1988.
DUNNING, J; LUNDAN, S. Multinational enterprises and the global economy, Second Edition. Cheltenham: Edward Elgar, 2008.
GEREFFI, G; HUMPHREY, J.; STURGEON, T. The governance of global value chains. Review of International Political Economy, v. 12, n.1, p. 78-104, 2005.
GOMES, R. Empresas transnacional e internacionalização da P&D: elementos de organização industrial da economia da inovação. São Paulo, Editora da Unesp, 2006.
HYMER, S. The International operations of national firms: a study of direct investment. Cambridge, Massachusetts.: MIT Press, 1960. 236 p.
INSTITUTO BRASILERIO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Pesquisa industrial de inovação tecnológica. PINTEC – Pesquisa de Inovação. Obtido em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/multidominio/ciencia-tecnologia-e-inovacao/9141-pesquisa-de-inovacao. Acesso em: 03 jul. 2021.
IETTO-GILLIES, G. Transnational corporations and international production: concepts, theories and effects, 3a edition. Edward Elgar Publishing, Cheltenham, UK. 2019.
MORCEIRO, P. Nova classificação de intensidade tecnológica da OCDE e a posição do Brasil. Informações FIPE, n. 461, p. 8-13, 2019.
PENROSE, E. (1959). A Teoria do crescimento da firma. Editora Unicamp. Campinas – SP. 2006.
SCHUMPETER, J. Capitalism, socialism and democracy. Nova York: Harper & Row, 1942.
SCHUMPETER, J. (1911). A Teoria do desenvolvimento econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1985.
UNITED NATIONS CONFERENCE ON TRADE AND DEVELOPMENT - UNCTAD. World Investment Report, Geneva, 2021. Obtido em: https://unctad.org/topic/investment/world-investment-report. Acesso em: 30 jun. 2021.
VERNON, R. International investment and international trade in the product cycle. The Quartely Journal of Economics, v. 80, n. 2, p. 190-207, maio, 1966.
VERNON, R. The product cycle hypothesis in a new international environment. Oxford Bolletin of Economics and Statistics, v. 41, Issue 4, p. 255-267, 1979.

Downloads

Publicado

2021-09-07

Como Citar

Corrêa, L., Rissa Peroni Ribeiro, M., de Fátima Amorim Silva, D., & Gomes, R. (2021). Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em Empresas Multinacionais no Brasil: 2008 a 2017. Revista Catarinense De Economia, 4(1), 174–198. https://doi.org/10.54805/RCE.2527-1180.v4.n1.88

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.